Pages

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

“eu vou sair, mas ela vai ter que cuidar dos meus pau”


Só pode ter sido esse o pensamento do prefeito Ildemar ao inventar o projeto mirabolante de tornar aquele monumento ao atraso que foi instalado na entrada da cidade, patrimônio do município, uma coisa horrível que reporta Açailândia aos tempos do desmatamento. 
Vejamos o que realmente é motivo de tombamento segundo a lei: 
Patrimônio cultural é o conjunto de todos os bens, materiais ou imateriais, que, pelo seu valor próprio, devem ser considerados de interesse relevante para a permanência e a identidade da cultura de um povo.

O patrimônio é a nossa herança do passado, com que vivemos hoje, e que passamos às gerações vindouras.

Do patrimônio cultural fazem parte bens imóveis tais como castelos, igrejas, casas, praças, conjuntos urbanos, e ainda locais dotados de expressivo valor para a história, a arqueologia, a paleontologia e a ciência em geral. 

Nos bens móveis incluem-se, por exemplo, pinturas, esculturas e artesanato. 

Nos bens imateriais considera-se a literatura, a música, o folclore, a linguagem e os costumes. 

Agora eu te pergunto: Onde é que se encaixa nesses termos, aquele troço que até hoje não tem nome?

Sendo assim, caros leitores, devo dizer que aquele monumento a discórdia foi instalado depois que o prefeito assumiu em 2005 e que não faz parte da nossa história cultural nem patrimonial. 
1º casa de Açailândia, esquecida pela administração!
O que o prefeito deveria tombar como patrimônio era a casa que hospedou o saudoso presidente Juscelino Kubitscheck e o engenheiro Bernardo Sayão que arquitetou a BR 010, mas isso ele não tem interesse de fazer por que não conhece a nossa verdadeira história, nunca leu o livro do Pr. Silvio Vieira nem do evangelista Mota que contam o que é Açailândia e seus patrimônios históricos, esse projeto de tombamento é uma afronta a nossa sociedade, um absurdo sem tamanho, fica aqui minha revolta com a brincadeira que o prefeito está promovendo com a maquina administrativa do nosso município.
Como era na época da fundação de Açailândia.
fonte; noticias do freire

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e se quiser sua mensagen sera anonima. Os comentarios seram publecados apos avaliação do blogger, Não e permitido spams.