Pages

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Manifestação por justiça pelo assassinato de irmãs movimenta João Lisboa


João Lisboa - Com cartazes, onde a palavra de ordem era justiça, centenas de pessoas realizaram, na manhã dessa terça-feira (16), uma grande manifestação na cidade de João Lisboa em função do assassinato de duas irmãs. O crime ocorreu na última quinta-feira, naquela cidade.

Nos cartazes, o pedido de justiça no semblante do pai das duas jovens, Cícero Sousa, o peso da perda e, de todas as pessoas, o clamor por justiça. 

A manifestação teve como primeira parada o Fórum de Justiça de João lisboa e, em seguida, órgãos de segurança, entre eles a Delegacia de Polícia Civil.

Para que todos pudessem acompanhar a manifestação, as aulas nas escolas do município foram suspensas. 

A manifestação foi pacífica, apesar de todos em João Lisboa ainda manterem viva na memória a tragédia ocorrida com o assassinato das jovens: Laiane da Conceição Nascimento, 18 anos, e Leonarda da Conceição Nascimento, 19 anos. 

A Polícia Militar acompanhou tudo, mas manteve distância.
As duas jovens foram assassinadas a tiros na noite do dia 11 de agosto e o principal acusado do crime é um adolescente que era namorado de Laiane da Conceição, que estava grávida dele. 

Ele é acusado de ter sido o autor dos disparos que mataram as duas jovens, uma em cada local diferente. O outro acusado do crime é Adailton de Sousa Santos, que teria dado apoio logístico.

Depoimento

Também pela manhã, o adolescente acusado de ter disparado os tiros que mataram as duas irmãs foi levado da unidade da FUNAC de Imperatriz para João Lisboa, onde foi ouvido pelo juiz Marlon Reis. 

Na chegada dele ao Fórum, houve um princípio de tumulto e a segurança teve de ser reforçada. Policiais militares foram acionados e fizeram um cordão de isolamento na porta do Fórum. Por conta do princípio de tumulto, o depoimento do adolescente ficou para a parte da tarde.

Segundo informações, o advogado do adolescente pediu a liberdade provisória dele, alegando que não há elementos suficientes para que ele seja mantido apreendido.

Em liberdade

Adailton de Sousa Santos já se encontra em liberdade. Ele é um dos acusados de envolvimento no assassinato de Laiane e Leonarda.

Adailton é acusado de ter dado apoio logístico ao adolescente logo depois que ele cometeu o duplo assassinato.

Quando foi preso, Adailton declarou que nada tinha a ver com o crime e que conhecia o adolescente apenas de vista, sem ter qualquer laço de amizade com ele.

Fonte/o progresso

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e se quiser sua mensagen sera anonima. Os comentarios seram publecados apos avaliação do blogger, Não e permitido spams.