Pages

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Prefeita Gleide Santos recebe prefeitura e secretarias sem nenhuma documentação



Até agora não se sabe onde foram parar os documentos da prefeitura referentes as secretarias, a prefeita Gleide convocou uma coletiva de imprensa de urgência hoje 2, para relatar o que encontrou ao receber a casa executiva municipal.
Prateleiras onde ficava a documentação da prefeitura, tudo vazio, somente algumas pastas vazias!

Gleide após responder as perguntas, saiu visitando as salas em que se encontravam os documentos, mas nada encontrou, ela pediu a imprensa que fosse registrado aquele momento e enfatizou que essa foi uma das formas em que o governo passado encontrou para conturbar ainda mais seus primeiros dias de governo.

Mas, mesmo diante desses problemas a prefeita garantiu que os trabalhos já planejados seriam realizados, Gleide disse que nada iria impedir o planejamento traçado para os primeiros 100 de governo que inclui principalmente a construção do hospital infantil para o município.


Outras secretarias

As demais secretarias não estavam diferentes da prefeitura, na Educação, Saúde, Infraestrutura, e várias outras também estavam sem nenhum documento das ações ou relatório de trabalho da pasta, as duas únicas secretarias que haviam relatórios e estavam organizadas foram a Cultura e o Meio Ambiente.

Na secretaria de saúde a coisa estava ainda pior, por falta de pagamento, um posto de saúde que ficava localizado no conjunto João Paulo II foi “despejado” e todo o material estava empilhado na recepção da secretaria, as dependências do prédio estão em estado de calamidade, de acordo com o secretário Denison, tudo deverá ser amplamente reformado.


Recepção da secretaria de Saúde!


Um dos problemas mais graves estava na biblioteca, além da estrutura precária, o ex-prefeito deixou alguns meses de atraso nas contas de energia, o que levou ao corte da energia no prédio que está as escuras, para o novo secretário de Cultura, Junior Bueno, isso é um total desrespeito com a educação e a cultura literária do município, e que esse quadro em breve estará mudado.

Desperdício ou desvio?

Enquanto nas farmácias básicas não há medicamentos, no almoxarifado da saúde as prateleiras estão cheias deles, não se sabe ainda o que era feito com esses medicamentos já que eles eram sempre abastecidos mas, nunca eram encontrados na farmácia do município nem nos postos de saúde.
Almoxarifado da saúde cheio de medicamentos, no mesmo dia, verificamos que a farmácia básica estava sem nada

Além de medicamentos, haviam também aparelhos estocados como, medidores de pressão que em alguns postos de saúde estava em falta.

A prefeita afirmou que vai acionar a justiça para tomar ciência dos problemas encontrados na prefeitura e nas secretarias.

ASSESSORIA

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e se quiser sua mensagen sera anonima. Os comentarios seram publecados apos avaliação do blogger, Não e permitido spams.