Pages

sexta-feira, 4 de abril de 2014

“Governo Municipal Presente”: Agora foi a vez dos moradores do Residencial Juscelino Kubistchek




Açailândia - A sequencia de visitas das equipes lideradas pela prefeita Gleide Santos alcançou mais um bairro carente do município – A comunidade do “Residencial Juscelino Kubistchek” recebeu com euforia a equipe da prefeitura de Açailândia composta por assessores, secretários, assistentes sociais e profissionais de várias outras áreas do governo municipal, na tarde da última terça-feira (1º de abril).

A reunião com a comunidade aconteceu em frente a residência da líder comunitária Carla Moreira e de sua filha a Jovem Michele Moreira, localizada na Rua 05, quadra 10, lote 12, casa 12, e contou com a presença de centenas de moradores que ficaram satisfeitos com a presença da prefeita Gleide Santos (PMDB), pois segundo eles nunca um político pisou naquele bairro, a não ser no período eleitoral.

No novo e distante bairro de Açailândia, denominado de conjunto JK, têm na sua estrutura habitacional mais de 250 casas populares que foram construídas pelo Programa Minha Casa Minha Vida e entregues às famílias carentes que não tinham onde morar. As residências são habitadas, principalmente, por pessoas de baixo poder aquisitivo, permanecendo quase todo o tempo da sua existência como um bairro popular, mas ficando praticamente esquecido e abandonado ao longo do tempo pela falta de execução das políticas públicas necessárias.

O conjunto habitacional foi criado sem a obediência aos critérios estabelecidos no que concerne as responsabilidades da administração pública municipal, e a administração anterior não se atentou, ou mesmo não teve vontade política de incluir no projeto de construção das casas populares, os principais equipamentos urbanos necessários para o desenvolvimento básico daquela comunidade que atualmente sofre por não ter na sua sede própria: escola, posto de saúde, posto policial e até mesmo rota de transporte público.

Conforme uma análise prévia da prefeita Gleide Santos, deu pra comprovar o sofrimento geral dos moradores daquela localidade, que logo depois de habitarem as suas sonhadas casas próprias sorteadas através do programa federal Minha Casa, Minha Vida, em pouco tempo, já se queixam de várias mazelas típicas de bairros não projetados.

Enfim, os moradores desse baixo foram deixados em último plano, com apenas as suas residências e o nome de batismo do badalado bairro novo “Conjunto Juscelino Kubitschek”, numa alusão subliminar ao seu idealizador que na época ganhou alguns dividendos políticos por celebrar de forma pessoal os convênios que foram alocados junto à Caixa Econômica Federal através do Governo Federal.

A prefeita Gleide Santos conversou e ouviu atentamente todos os moradores do JK, garantindo que irá atender todas as reivindicações daquela comunidade, reforçando que voltará novamente ao bairro para realizar mais um dia de atendimentos direto ao povo, onde trará toda a sua equipe do governo municipal, trazendo também as políticas públicas necessárias a atender todo o bairro. “Esse é um governo presente, que vai direto ao povo e busca soluções para sanar de vez os antigos problemas vividos pelos moradores do esquecido Bairro JK”, finalizou Gleide Santos.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e se quiser sua mensagen sera anonima. Os comentarios seram publecados apos avaliação do blogger, Não e permitido spams.