Pages

quinta-feira, 12 de março de 2015

É NESTA SEXTA-FEIRA (13): Para não perder recursos federais a prefeitura de Açailândia é obrigada a agilizar retirada de feirantes do Mercado Publico Municipal.

O Mercado Público de Açailândia não oferece hoje, o mínimo de higiene aceitável pelas normas da vigilância sanitária.

Em vias de perder recursos destinados à reforma do Mercado Público de Açailândia, a prefeitura de Açailândia se vê obrigada a agilizar ainda mais a transferência dos feirantes - A verba de mais de 840 mil reais está disponível nas contas da prefeitura desde o ano passado.

Além dos recursos federais para reforma do Mercado Público Municipal, a prefeitura de Açailândia ainda aplicará em obras de ampliação, o valor de cerca de 3 milhões de reais de recursos próprios do tesouro municipal – Todos os recursos já estão disponíveis para toda obra, que transformará o mercado de Açailândia em um verdadeiro Shopping Popular.

Amanhã, sexta-feira (13) é a data marcada para acontecer a transferência de todos os feirantes, e, para isso a PMA irá disponibilizar toda a logística de homens e caminhões para que os feirantes não venham a arcar com nenhum ônus com o deslocamento de suas mercadorias.

As negociações entre prefeitura e feirantes vêm se arrastando desde o início do ano passado, haja vista, a relutância de um grande número de feirantes que se negam a deixar o local e ocupar outro provisório, por isso ainda não há consenso entre os concessionários. Por conta disso, e para não perder os recursos disponíveis a PMA resolveu transferir os feirantes nesta sexta-feira, dia 13.

Os caminhões da prefeitura estarão estacionados nos pontos estratégicos em torno do Mercado Público a partir das 07h30min para que de forma bem ordenada seja feito o transporte de todas as mercadorias dos feirantes para o galpão da antiga Sergal, localizado no Bairro do Jacú.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e se quiser sua mensagen sera anonima. Os comentarios seram publecados apos avaliação do blogger, Não e permitido spams.