Pages

sábado, 11 de junho de 2011

Magno Malta deseja prisão perpétua para pastor pedófilo preso em Vitória



Evangélico acusado de estuprar a enteada de 13 anos aliciava a menina, pagando pelo silêncio e pela permissão dela
"Qualquer abusador de criança, seja quem for, rico ou pobre, religioso ou ateu, autoridade ou operário, homem ou mulher e independente da natureza dos modos, desejo que apodreça na prisão. É um crime hediondo, que mata a alma da criança", explicou o senador Magno Malta (PR/ES), ao tomar conhecimento da prisão em flagrante do pastor de 59 anos, sob a suspeita de estuprar a enteada, de 13. Além da violência sexual, o evangélico aliciava a menina, pagando pelo silêncio e pela permissão dela.
A polícia ainda investiga se o suspeito abusou sexualmente de outras duas crianças, de quatro e sete anos, filhas dele. O líder da Igreja Assembléia de Deus Avantes com Cristo foi levado para a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), que fica na Capital, e negou as acusações. "É muito difícil um pedófilo confesso", explicou um experiente policial que participou da prisão.

Quando presidia a CPI da Pedofilia, Magno Malta também deu voz de prisão a pastores, macumbeiros e padres. "O pedófilo, é um pé de pano silencioso que vive escondido em diversos lugares, com insaciável lascívia, devasso e cruel atormenta a alma das crianças indefesas e inocentes. Por isso defendo penas duras para este tipo frio e insano", desabafou Magno Malta.

Para o senador Magno Malta o enfrentamento a pedofilia não acabou com a CPI. Pelo contrário, "nossa vontade política mudou a cultura da denúncia e da impunidade nestes casos. Despertamos a sociedade para defender nossos filhos. Acordamos os pais para o perigo da internet e mudamos a legislação. Agora, vamos continuar lutando para aplicar a prisão perpétua no Brasil", prometeu Malta.

Magno Malta defende hoje a instalação de uma CPI Mista para apurar os maus tratos infantis. "Esta missão é minha. É uma causa de um pai, de um homem público que aprendeu no seio da família que a maior e mais importante obra eu se pode fazer é defender a vida", encerrou Magno Malta, atual presidente da Frente Parlamentar Mista Permanente em Defesa da Família Brasileira.

Fonte: Assessoria de Imprensa

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e se quiser sua mensagen sera anonima. Os comentarios seram publecados apos avaliação do blogger, Não e permitido spams.