Pages

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Polícia Militar realiza maior apreensão de crack de 2011

 (Gilson Teixeira)Uma operação do Serviço de Inteligência da 13ª Companhia Independente (C.I.) de Viana, na segunda-feira (6), resultou na maior apreensão de crack já feita pelas polícias este ano no Maranhão.Ao todo foram apreendidos 12 quilos da droga.Na ação, foram presas cinco pessoas envolvidas com tráfico de drogas. A outra maior apreensão tinha sido a da traficante Rosinha do Pó,quando a Polícia encontrou entre outros tipos de drogas, cinco quilos do mesmo entorpecente.

O bando foi apresentando, na manhã desta quarta-feira (8), pelo secretário de Segurança Pública, Aluisio Mendes, em entrevista coletiva na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP), na Vila Palmeira.

A quadrilha era composta por Nelson Ripas Ximenes da Silva, 46 anos, natural de Timbaúba (PE); Jorge Matos Moreira, 32 anos, natural de Solânea; Carlos Siates, 47 anos, e Jeferson Silva Rondon, ambos naturais de Mato Grosso e pelo maranhense João José Martins Cabral, 52 anos, que já cumpriu pena por ter envolvimento ao assalto ao extinto Banco do Estado do Maranhão (BEM).

Em poder do grupo foram apreendidos, ainda, um revólver calibre 38 com cinco munições intactas; um caderno com as anotações de distribuição e pagamentos das drogas; vários comprovantes de depósitos em valores elevados, três veículos, sendo um Pálio de placas NNB 5795, um Gol de placas BSQ e um Fiat Uno de placas NPE 4052, além de três celulares e uma quantia em dinheiro no valor de R$ 1.046 mil.Em relação à droga, a Polícia informou que cerca de 10 quilos estavam acondicionados no forro das portas de um dos veículos e a outra parte foi localizada na residência de João Cabral, assim como revólver calibre 38.

A quadrilha foi presa após oito meses de investigações e monitoramentos. O bando foi localizado pelos PMs no momento em negociavam a droga em um hotel na cidade de Viana, no Bairro Caminho Grande. De acordo com informações policiais, o grupo era responsável pela distribuição de drogas em no mínimo três cidades do estado. Além de Viana, municípios como Santa Inês e São Luís eram abastecidos pelos traficantes.

Segundo o secretário Aluísio Mendes, a prisão do grupo desarticula uma grande quadrilha que autuava no Maranhão. "Essa prisão corta uma teia do tráfico aqui no estado. Trata-se de uma quadrilha extremamente perigosa. O passo agora é identificar quem era abastecido com essa droga", ressaltou.

O grupo autuava no estado há cerca de um ano. Durante as investigações, a polícia descobriu que a cada viagem com destino ao Maranhão, o grupo sempre trazia cerca de 100 quilos de crack que era distribuído por todo o estado. Segundo o comandante da Polícia Militar do Maranhão, coronel Franklin Pacheco, presente também na coletiva, cerca de 70% dos crimes estão relacionados ao tráfico de drogas.

Outros Crimes

Contra o bando pesam outros crimes. Os dois mato-grossenses, Carlos e Jeferson confessaram em depoimento que já respondem pelos crimes de falsificação de documentos, roubo e desmanche de veículos. O superintendente de Polícia Civil da Capital, Jair de Lima Paiva, disse que a polícia investiga o envolvimento dos dois no duplo homicídio que vitimou um casal, após os dois terem reclamado por terem sido molhados pelo veiculo conduzido pelos criminosos.

O grupo após ser preso foi conduzido à Delegacia Regional de Viana e autuado em flagrante pelo delegado Valdenor Souza. O bando ficará preso à disposição da justiça
  .
 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e se quiser sua mensagen sera anonima. Os comentarios seram publecados apos avaliação do blogger, Não e permitido spams.