Pages

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Do Blog do Silvio Vieira: Com a união da oposição Ildemar tenta viabilizar candidatura do médico Benjamim de Oliveira tentando implacar um pastor como vice

Com a união da oposição na Frente de Libertação de Açailândia - FLA, o prefeito municipal Ildemar Gonçalves dos Santos, que já havia dito que só falaria de eleição em 2012, foi pressionado pelo grupo e já se organiza no sentido de fazer o seu sucessor.

Na leitura que o prefeito fez do cenário político, ele deduziu que teríamos nas eleições em 2012 cerca de 5 candidatos disputando a cadeira principal da casa amarela, estes candidatos dividiriam os votos da oposição, facilitando assim, a vitória do grupo da família Gonçalves dos Santos em sete de outubro de 2012.

No entanto, não foi bem assim que aconteceu, pelo contrário, espertamente, a oposição se uniu para lançar apenas um candidato e enfrentar de igual para igual o sucessor do prefeito municipal, pegando Ildemar desprevenido.

Rapidamente, os tucanos, tiveram que replanejar todo o processo da sucessão, pois teriam que encontrar pessoas que pudessem ser usada como candidatos nas eleições de 2012, tentando enganar o povo com uma imagem de que a oposição não está realmente unida.

Por isso, com objetivo de desestabilizar a oposição, o prefeito tenta viabilizar a candidatura do médico Benjamim de Oliveira, que trabalha para a prefeitura no hospital municipal e também presta serviço no Hospital São Sebastião, de propriedade do irmão do prefeito, Petrônio Gonçalves.

Como vice, do pretenso candidato Benjamim de Oliveira, o prefeito tenta emplacar um pastor lá das banda do Itinga, que inclusive esteve por várias vezes nas reuniões do conselho de pastores e agora se junta à família Gonçalves na tentativa de manter o município em mais quatro anos de atraso.

Graças a Deus que nosso povo é um povo inteligente!
 

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e se quiser sua mensagen sera anonima. Os comentarios seram publecados apos avaliação do blogger, Não e permitido spams.