Pages

domingo, 2 de outubro de 2011

Aposentado morre à espera de atendimento em frente ao Hospital de Saracuruna



O corpo do idoso no carro em frente ao hospital /  Foto: Mônica Imbuzeiro - O Globo
RIO - O aposentado Calistrato Martins, de 87 anos, faleceu neste domingo dentro do carro, parado em frente ao Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, Duque de Caxias. A filha dele, Maria Rita do Vale, disse que o hospital alegou que não havia macas para transportá-lo para dentro da unidade. A espera por atendimento durou mais de 15 minutos, e o idoso não resistiu. Funcionários do hospital quiseram tirar o corpo do aposentado de dentro do carro, mas a família não permitiu e preferiu aguardar a perícia.

Na sexta-feira, Rosa Celestrino de Assis, de 60 anos, foi dada como morta por médicos do hospital . Ela chegou a ficar duas horas dentro de um saco plástico em uma câmara frigorífica. A filha Rosângela Celestrino descobriu que a mãe ainda respirava, quando foi ao hospital reconhecer o corpo. O caso está sendo investigado em sindicância aberta pela Secretaria estadual de Saúde.

O médico que atestou o óbito pediu demissão e a enfermeira foi demitida, mas seus nomes não foram divulgados. A família registrou queixa na polícia. Se for comprovada a negligência, ambos podem ser autuados por lesão corporal ou, se a paciente morrer, por homicídio culposo.

Na quarta-feira, o chefe de plantão do Hospital de Saracuruna foi exonerado, porque um acidentado foi recusado na unidade. Gabriel Paulino dos Santos de Sales, de 21 anos, que sofreu um acidente às 16h30m de segunda-feira, em Caxias, passou por cinco unidades de saúde , até conseguir ser internado no Hospital Salgado Filho, no Méier.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e se quiser sua mensagen sera anonima. Os comentarios seram publecados apos avaliação do blogger, Não e permitido spams.