Pages

sábado, 19 de maio de 2012

PF prende jovem com mais de 11 kg de cocaína no Aeroporto Internacional Cunha Machado em ITZ



Imperatriz - A prisão e a apreensão foram feitas por policiais federais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes, fato ocorrido na tarde de quinta-feira. Os federais apreenderam 1,6 kg de cocaína em fiscalização de rotina no Aeroporto Internacional Marechal Hugo da CunhaMachado.

A cocaína, que estava embalada em plástico preto e acondicionada em porta-cds e papel para presente, foi localizada na bagagem de uma passageira que chegou a São Luís num voo procedente da cidade de Porto Velho-RO.

A jovem J.A.S.M., de 20 anos, é natural de Porto Velho/RO, foi presa em flagrante por tráfico interestadual de drogas e será encaminhada para o presídio feminino de Pedrinhas, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Com os 29 quilos apreendidos por policiais federais da Delegacia de Polícia Federal em Imperatriz, fato ocorrido na tarde da última quinta-feira.

Foram apreendidos, em um só dia ( nessa quinta-feira), 40 quilos de cocaína. Neste ano, em todo o Maranhão, foram apreendidos mais de 200 quilos de cocaína, além de outras drogas, como o crack, merla e maconha.

Bandidos utilizam explosivos para arrombar caixa eletrônico em São Pedro da Água Branca

Açailandia – Um caixa eletrônico do Bradesco da cidade de são Pedro da agua branca foi arrombado na madrugada desta sexta-feira 18 de maio. Segundo informações, o crime foi cometido por aproximadamente oito bandidos, que chegaram a cidade em uma HILUX  de cor prata.

Os assaltantes utilizaram explosivos, possivelmente “dinamite” para arrombar o caixa e roubar todo o dinheiro. Na fuga cinco pessoas, dois homens e três mulheres foram levadas como reféns. 

Todos foram liberados na saída da cidade. Um corsa CLASSIC também utilizado na fuga pelos bandidos foi incendiado, para que as chamas pudessem impedir a passagem da viatura da policia. 62 mil reais aproximadamente, foi a quantia levada pelos bandidos.

Insegurança – É importante colocar que já perdemos as contas das vezes que esses caixas de são Pedro da Água Branca foram arrombados. Se o quantitativo de viatura e policias continuar o mesmo, ainda vamos registrar muitas vezes fatos dessa natureza.

Para que você tenha uma ideia, ontem a noite quando ocorreu o fato, apenas dois policiais estavam de serviço, um numero mais do que insuficiente para atender a demanda.

Não precisamos ser especialista em segurança publica para saber que é humanamente impossível, dois policiais garantir a segurança de toda a população de um município do tamanho de são Pedro da agua branca. Se a governadora Roseana Sarney quiser aumentar o contingente policial do interior já pode!

Por Antônio Marcos

Com informações da policia militar de Açailandia

Polícia Civil recaptura foragido de São Pedro d’Água Branca

Imperatriz - Em uma ação da Polícia Civil do Maranhão, coordenada pela delegadaNilmar da Gama Rocha, foi recapturado no município de Bom Jesus do Tocantins, no Pará, na última terça-feira (15), o elemento Aldenir Pereira Costa de 25 anos, natural de Imperatriz. Ele havia fugido da Delegacia de São Pedro d’Água Branca, em dezembro do ano passado.

Em fevereiro de 2011, o acusado praticou um assalto a uma casa lotérica (R.C. Loterias) na cidade de São Pedro d’Água Branca, tendo sido preso em maio do mesmo ano, por força de um mandado de prisão preventiva.

Foragido da Justiça, Aldeni Pereira foi preso quando tentava visitar sua família na cidade de Bom Jesus do Tocantins, onde participava de um festejo. Além de responder por assalto cometido a uma casa lotérica em São Pedro d’Água Branca, ele já esteve preso na cidade de Marabá (PA) pelos crimes de roubo, receptação e formação de quadrilha no ano de 2005.

Aldenir Pereira Costa permanecerá na delegacia de São Pedro d’Água Branca à disposição da Justiça.

S.O.S. Açailândia: Onda de assaltos deixa comerciantes em pânico

Somente nesta quarta-feira 16/05 foram registrados pelo menos três assaltos a comercio!
Açailândia – O aumento alarmante do numero de assaltos que vem acontecendo em Açailândia, vem gerando na população, principalmente nos comerciantes, um sentimento generalizado de insegurança.

Somente nesta quarta-feira 16 de maio, foram registrados pelo menos três assaltos, as vitimas foram: uma loja de material de construção, localizada no jardim de alah, próximo ao recanto dos idosos; a drogaria farmanossa do cento e uma farmácia popular localizada no bairro laranjeiras.

De quase todos os estabelecimentos, os bandidos que estavam em uma moto, levaram dinheiro, mercadorias, objetos pessoais e outros.

Na semana passada quem também viveu momentos de terror em poder de bandidos, foram os proprietários e funcionários da mercearia real, localizada também no centro da cidade. O assalto aconteceu em plena luz do dia, isso sem falar em outros casos em que as vitimas prefere não aparecer.

Na manhã desta quinta-feira, quando conversávamos com alguns comerciantes, podemos perceber que um sentimento de revolta e medo toma conta de toda cidade. Diante dessa situação tenebrosa e preocupante, não nos resta outra alternativa a não ser pedir SOCORRO a nossas autoridades, que precisam tomar medidas drásticas no sentido de botar na cadeia esses bandidos que vem tocando o terror na cidade.

Por Antônio Marcos

Polícia Civil realiza reconstituição do crime do pecuarista Braz Cabrini

Imperatriz - A Polícia Civil realizou na manhã dessa terça-feira (15) a reconstituição do crime de que foi vítima o pecuarista: Braz Josias Cabrini, fato ocorrido no mês de março passado.
Segundo o delegado Fairlano Aires de Azevedo, que preside o inquérito que investigou e elucidou o crime, a reprodução simulada dos fatos (reconstituição do crime) foi proposta pelo próprio Ministério Público Estadual (MPE), através do promotor titular da 6ª Vara Criminal, que cuida apenas de crimes contra a vida,Joaquim Júnior.  
O delegado Fairlano enfatizou que a versão fiel de como ocorreu o fato servirá para as convicções do juiz e do Ministério Público. Durante mais de duas horas, os acusados de um dos crimes de maior repercussão em Imperatriz, deram suas versões do fato e no local onde ocorreu o crime - um matagal localizado a cerca de 10 km do centro da cidade, na mesma região onde está sendo erguido o presídio de Imperatriz.
Diego Romullo Monteiro,vulgo “Júnior”; Adriano Célio da Silva Colaço Ronaldo Batista dos Reis, vulgo “Neubin”, contaram com riqueza de detalhes, no local onde o pecuarista foi morto com mais de oito tiros, como foi executado o crime.

João Helisson Silva Damasceno, vulgo “Juju”, acusado de ser o mandante, não participou da reconstituição, uma vez que ele não foi até o local, pois no mesmo momento estava levando a caminhonete F-1000 do empresário para o local onde ela foi encontrada, ou seja, em um matagal na estrada que liga Davinópolis ao povoado Água Viva, naquele município.

Na reconstituição, um policial civil foi colocado como personagem do pecuarista Braz Josias Cabrini. O trabalho foi feito com todos os detalhes, inclusive com os disparos que foram feitos contra o pecuarista, primeiramente através de Adriano Colaço e, em seguida, por Diego Romullo. 

Dos acusados que participaram da reconstituição do crime, apenas Ronaldo Batista dos Reis, o “Neubin”, não efetuou disparos contra Cabrini. Ele ficou próximo ao Gol vermelho usado para levar o pecuarista para o local do crime. Para o cheiro do queijo, como se diz na gíria policial.

Braz Josias Cabrini desapareceu no dia 19 de março e o corpo foi encontrado cinco dias depois, já em putrefação. A morte de Cabrini foi encomendada pelo fazendeiro João Helisson, que devia ao pecuarista R$ 200 mil, dívida de compra de gado.

Participaram da reconstituição, além do delegado Fairlano Aires de Azevedo, os delegados Assis Ramos e Arthur Bardhal, agentes civis e peritos do Instituto de Criminalística.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e se quiser sua mensagen sera anonima. Os comentarios seram publecados apos avaliação do blogger, Não e permitido spams.