Pages

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Comitê da Secretaria Municipal de Educação se reúne e acerta detalhes para receber os Rondonistas.

O comitê local formado para dá suporte e colaborar com a equipe na execução do projeto Rondon no município de Açailândia, se reuniu na ultima segunda Ferira (13), para tratar dos últimos detalhes antes das chegada dos Rondonistas, prevista para o próximo dia 25 de Janeiro.

O encontro serviu para socializar as responsabilidades entre as secretarias envolvidas no projeto; Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Saúde, Ação Social, Secretaria de Cultura, Meio Ambiente e Ascom.

O Projeto Rondon, coordenado pelo Ministério da Defesa, é um projeto de integração social que envolve a participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades carentes e ampliem o bem-estar da população. É realizado em parceria com diversos Ministérios e tem o apoio das Forças Armadas, que proporcionam o suporte logístico e a segurança necessária às operações. Conta, ainda, com a colaboração dos Governos Estaduais, das Prefeituras Municipais e de empresas socialmente responsáveis.

As ações do projeto são orientadas pelo Comitê de Orientação e Supervisão do Projeto Rondon, criado por Decreto Presidencial de 14 de janeiro de 2005. O COS, como é conhecido, é constituído por representantes dos Ministérios da Defesa, que o preside; do Desenvolvimento Agrário; Desenvolvimento Social e Combate à Fome; Educação; Esporte; Integração Nacional; Meio Ambiente; Saúde; e da Secretaria Geral da Presidência da República.

O grupo de Rondonistas destacados para desenvolver o projeto no Município de Açailândia, é composto por 17 alunos universitários, 3 formadores (professores universitários) e 1 militar.

Será ministrado no período de 28 de janeiro a 08 de fevereiro, cursos e palestras como: Acidentes domésticos, prevenção e condutas, saúde da mulher, dengue/como prevenir, detectando a violência infantil, estratégia pedagógicas nos transtornos de leitura e escrita, cuidador de crianças, inclusão de alunos com necessidades especiais, conversando sobre HIV/Aids.

O projeto também contempla outras atividades como oficinas culturais, identificação da fauna e flora de Açailândia, balneários, cordel e filmes.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente e se quiser sua mensagen sera anonima. Os comentarios seram publecados apos avaliação do blogger, Não e permitido spams.